Saraiva+Associados

Scroll top
Informação

Introdução

A intervenção no edifício da Praça dos Restauradores, edificado no final do século XIX, procurou respeitar as características construtivas desta época. O edifício possui 22 frações autónomas e é de utilização mista, conjugando habitação nos pisos superiores (1º ao 6º andar) e serviços no embasamento e cave. As frações, apesar de licenciadas para habitação, anteriormente à intervenção serviam maioritariamente como escritórios e serviços, à semelhança do que ainda hoje sucede com a generalidade dos edifícios mais antigos da baixa da cidade, onde este se insere.

Do ponto de vista da estabilidade, as fachadas não evidenciavam quaisquer patologias carecendo, contudo, de beneficiação. A totalidade do reboco foi recuperada e aplicado um estuque tipo veneziano que confere um aspeto nobre ao conjunto. O número de pisos, e respetiva área bruta de construção, foi mantido, consolidando o tecido da área histórica envolvente. O acesso principal ao edifício é feito através de um átrio do qual nasce o núcleo de escadas e onde fica situado o acesso ao elevador. Os vãos foram inteiramente renovados com a aplicação de caixilharia em alumínio com vidro duplo.

Detalhes

  • Localização Lisboa, Portugal
  • Setor Reabilitação
  • Ano 2017
  • Área 2.310 m2
  • Cliente EMGI
  • Fase Construído

«Foi dada especial atenção à questão do isolamento acústico no intuito de proporcionar ao interior dos fogos níveis de qualidade em conformidade com as exigências do uso habitacional. Por último, a cobertura foi intervencionada e refeita recorrendo aos materiais do revestimento original. Construído em gaiola pombalina, a típica estrutura antisísmica herdada do pós-terramoto de 1755, o edifício foi cuidadosamente estudado e reabilitado tendo em consideração o condicionamento estrutural original e a qualidade final que se pretendia oferecer.»

Vera Coimbra

Project Leader

Usamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de privacidade.

×