Saraiva+Associados

Informação

Introdução

O Convento de Santa Joana pertenceu à Ordem dos Pregadores e a sua fundação remonta ao ano de 1699, século XVII. Dotado, na origem, de uma igreja, casario e oficinas, havia de sofrer nova campanha de obras após o terramoto de 1755, acabando extinto em 1890, aquando da morte da última religiosa. A igreja seria desafeta do conjunto, já em pleno século XX, e o edificado manter-se-ia ao serviço de funcionalidades distintas, mas em progressivo mau estado de conservação. A sua aquisição por um consórcio empenhado na reconversão do conjunto para hotel de luxo determinou o renascimento do convento. Fazendo das fraquezas forças, as condicionantes algo tumultuosas ditadas pelo contexto histórico e evolutivo da ocupação daquele espaço determinaram uma análise profunda da futura intervenção.

Esta viria a estruturar-se em três grandes áreas, caracterizadas por diferentes opções construtivas: o corpo poente, o corpo nascente e um corpo central. Tirando partido do fundo histórico do edifício e da herança religiosa associada ao lugar, procurou-se integrar no espaço um total de 63 apartamentos de habitação e 49 apartamentos turísticos, complementados por uma zona comercial. Os elementos arquitetónicos, patrimoniais e artísticos foram encarados como uma mais-valia na requalificação dos espaços, que previu a sua recuperação e integração. O novo projeto para este empreendimento multiusos de Lisboa nasceu, assim, de um cuidado redobrado na articulação formal/arquitectónica entre as preexistências e as soluções apontadas pela contemporaneidade.

Detalhes

«Considerando as particularidades inerentes a um projeto deste cariz, o mesmo foi alvo de um processo de modelação energética, desenhado com recurso a ferramentas de simulação termodinâmica e em função dos parâmetros de certificação BREEAM. Isto permite que as soluções de eficiência energética e respetivos sistemas de climatização e consumo sejam adequadamente definidos, permitindo traçar um perfil de consumo de excelência, uma vez identificadas as soluções e os sistemas capazes de otimizar o conforto e reduzir o consumo de energia e custos associados para mínimos.»

Liliana Soares

Usamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de privacidade.

×